6 de ago de 2010

Desafio Literário - Agosto: O Código da Vinci (Dan Brown)


Tema: Romance policial

Mês: Agosto

Título: O Código da Vinci

Autor do livro: Dan Brown

Editora: Sextante

Nº de páginas: 480

O livro é sobre...
Um assassinato dentro do Louvre, em Paris, traz à tona uma sinistra conspiração para revelar um segredo que foi protegido por uma sociedade secreta desde os tempos de Jesus Cristo. Mesclando os ingredientes de uma envolvente história de suspense com informações sobre obras de arte, "O Código Da Vinci" prende o leitor da primeira à última página.

Eu escolhi este livro porque...
Todo mundo falava dele. Saiu o filme. Meu pai leu e eu morri de curiosidade. Eu li primeiro o livro normal, emprestado do meu pai. Mas comprei a edição ilustrada por causa, obviamente, das ilustrações das pinturas. Lindas.

A leitura foi...
Boa. Nunca tinha lido nada parecido, esse tipo de história onde Jesus teve um filho e tal. Na realidade, foi a primeira vez que eu também li um romance policial. Porque acima de tudo, é um romance policial. É um bom tipo de literatura, apesar de ser muito conspiratória.... Eu sou católica, mas não duvido de mais nenhum podre da Igreja Católica. Quer dizer, são as pessoas que dão a fama para a instituição (porque é isso que a Igreja é), e existem bons padres e maus padres (como os pedófilos e a coisa horrível que mancha a história da instituição, que é conhecido como a Santa Inquisição, mas de santa não teve nada), e eu não sou cega a isso. A conspiração seria até mais prazerosa, se não tivesse metido o nome de Jesus Cristo. Acho que é meio pesado dizer que ele teve um filho, cujos descendentes sobrevivem até hoje.
Mas do ponto vista artístico e histórico, o livro é visualmente fantástico. Entrar no Louvre, ver a Mona Lisa e todas aquelas obras magníficas de arte, além de aprender um pouquinho sobre simbolismo foi o máximo. Sem falar da viagem por Paris, de noite... Nossa, que paisagens. Inglaterra, Escócia, amei. Li o livro antes de ver o filme, e só imaginar já foi bom, que dirá ver tudo ao vivo... Muito legal. Gostei muito das partes explicativas sobre os templários (exceto que algumas coisas eu já sabia, lendo os livros de maçonaria do meu avô),e sinceramente amei as explicações sobre a Deusa e o Feminino. O livro é bom porque abre a sua mente para essa questão, que muita gente estuda hoje. Eu sou historiadora, então adorei isso. Adoro esses assuntos.
Enfim, o livro é bom porque envolve suspense, perseguição, coloca nosso cérebro pra funcionar (não só pra se descobrir quem é o Mestre, o que é muito complicado e eu terminei dizendo “Não acredito que é ele, como não pensei nisso antes? Eu até considerava que ele pudesse ser o Mestre, mas nunca iria imaginar...”, mas porque apesar de não ser verdade, eu me peguei olhando para o quadro da Santa Ceia na cozinha e confirmando com os meus botões que realmente parecia uma mulher ao lado de Jesus). O único motivo pelo qual não acho o livro ótimo é porque ele conta uma versão da vida de Jesus que é meio pesada de acreditar.

A nota que eu dou para o livro:
4-Bom. Pelo motivo que já falei acima.

12 comentários:

  1. Adoro os livros do Dan Brown. Acho que devo ter lido todos os que foram lançados em português (até onde eu saiba hehehe). O Código Da Vinci é muito bom, mas não é meu preferido. Incrível... não consigo lembrar o nome de nenhum que eu mais gosto hehehehe Mas tem!!!!

    Que bom que você gostou da leitura... principalmente quando a gente nunca leu esse tipo de romance, é uma descoberta maravilhosa, né?

    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Boa Resenha!
    Eu gostei muito deste livro mas confesso que gostei mais de Anjos e Demônios (que, na realidade, se passa antes deste:)

    ResponderExcluir
  3. Eu estou louca pra ler Anjos e Demônios, Sweet.

    Polinha, Dan Brown não é meu escritor favorito, nem de longe, mas dele só não li ainda Anjos e Demônios (quero ler a edição ilustrada e não acho) e o Símbolo Perdido. Os outros já, mas não gostei muito.

    ResponderExcluir
  4. Única coisa dele que li foi "Fortaleza Digital", não foi de todo ruim, mesmo assim o autor não me prendeu pra me fazer ler outros livros dele, pelo menos por enquanto.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Natallie
    Que bom que a leitura foi proveitosa. Também li Fortaleza digital e não fiquei nada impressionada com estilo de escrita do autor. Além do que, a trama não me desperta interesse. Mas é questão de gosto! ;D

    Beijocas

    ResponderExcluir
  6. Vi o filme, mas não li o livro. Muito boa sua resenha. Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Um classico... Gostei do livro! Só fui ler depois q assisti o filme...
    Adorei sua resenha!!!

    ResponderExcluir
  8. Eu já vi o filme e gostei, mas, ainda não li esse livro. O unico livro que li desse autor foi O Simbolo Perdido e me desanimei um pouco com a narrativa muito longa dele. Por isso não me animei muito para ler O Código da Vinci.

    ResponderExcluir
  9. Eu vi o filme e nao gostei. Por isso nao me animo a ler nada dele. Que bom que gostou. Beijos

    ResponderExcluir
  10. Vi o filme, gostei mas não ameeeeiii. Comecei o livro e não acabei. Que triste fim. O jeito que vc conta sobre o livro até me deu vontade de tentar de novo... quem sabe?

    ResponderExcluir
  11. Li na época que saiu, antes do filme ser cogitado e só posso dizer que AMEI. Livrão mesmo! Ah! Fica a dica que ao contrário dos filmes, em que o primeiro é melhor, o livro "Anjos e Demônios" é até melhor que o "Código".

    ResponderExcluir
  12. Eu achei muitooo bom esse livro... O filme até q foi legal, mas para mim me pareceu que passou uma idéia difente da do livro!

    ResponderExcluir