23 de fev de 2014

J.R.R. Tolkien (Humphrey Carpenter)


Título: J.R.R. Tolkien: a biography
Autor: Humphrey Carpenter
Editora Houghton Mifflin, 304p.

It was one of his strongest-held opinions that the investigation of an author’s life reveals very little of the workings of his mind.

O nascimento de Tolkien, sua educação, seu amor correspondido por Edith, sua vida acadêmica, os Inklings, o momento em que Tolkien começou a escrever seus livros. A biografia de Humphrey Carpenter, mesmo trazendo fatos já conhecidos pelos fãs de Tolkien, vale muito a pena ser lida. Ele aborda e analisa a paixão de Tolkien por línguas. fala do processo de escrita de livros que somente agora o público tem em mãos. O livro também traz apêndices bastante úteis, principalmente sobre as fontes de pesquisa de Carpenter. Além disso, o autor também nos presenteia com algumas fotos valiosas.

Fame puzzled him. It was not something that he had ever expected or felt to be appropriate.

Finalmente, finalmente, eu consegui ler direito a biografia de Tolkien escrita pelo Carpenter. Considerada a melhor biografia do professor já escrita, esse livro merecia uma nova edição em português, porque mesmo que a maioria dos fatos eu já conhecesse através de outras biografias, essa é realmente a melhor. A introdução do livro acabou comigo (é nela que o autor narra o encontro que teve com Tolkien). Só der ler isso fiquei completamente maravilhada.

She was (and knew she was) my Lúthien.

Apesar de saber a maioria dos acontecimentos que o autor narra, não consegui não me emocionar quando ele narra a comparação que Tolkien fazia entre sua esposa Edith e Lúthien, sua personagem. Minha parte favorita foi quando Carpenter fala sobre como o professor lidava com a fama, as impressões dele sobre esse fato esclarece bastante a visão que nós, como fãs, temos sobre o que Tolkien acharia das adaptações de seus livros. Um livro completamente indicado.

Mr. Darcy’s guide to courtship (Fitzwilliam Darcy)


Título: Mr. Darcy's guide to courtship: the secrets of seduction from Jane Austen’s most eligible bachelor
Autor: Fitzwilliam Darcy
Editora Old House, 192p.

Escrito por Mr. Darcy (o próprio), esse livro é baseado em publicações da era regencial inglesa e contem conselhos e instruções sobre como se comportar socialmente, além de falar sobre as regras que homens e mulheres deveriam seguir para o convívio social. Escrito por Darcy claramente antes de encontrar em seu caminho Lizzie Bennet. De uma forma divertida, esse guia mostra a percepção que os homens tinham das mulheres naquela época, o que acaba por nos fazer perceber quais foram as implicações atuais dessas percepções masculinas. O livro é escrito por Darcy, mas também traz colaborações de outros como Wickham, Mr. Collins, Emma Woodhouse (essa mesma que vocês estão pensando) e Caroline Bingley.

Uma palavra: AMEI!!!!!!! Li em dois dias e me diverti. Logo de cara, dá para perceber que Darcy ainda não havia conhecido Lizzie Bennet quando “escreveu” esse guia; alguns de seus conselhos são hilários (e não tem como não perceber o paralelo com a obra original, o que dá mais vontade de rir), e as colaborações dos outros personagens também são muito boas (adorei a carta de Emma Woodhouse). E vocês podem me chamar de louca, mas eu li o livro TODO com a voz do Matthew Macfayden na cabeça, como se ele estivesse lendo. Em algumas partes eu tive vontade de simplesmente esganar o autor, até me lembrar que o público para o qual ele escreveu era diferente do público de hoje. Darcy também responde a várias cartas, de pessoas interessadas em resolver seus problemas amorosos (como Mr. Willoughby) ou sobre o que fazer para casar suas cinco filhas (como Mrs. Bennet). Uma leitura muito recomendada para todas as apaixonadas por Darcy, e mais ainda para todas as janeites do mundo.

1 de fev de 2014

Mestre Gil de Ham (J.R.R. Tolkien)


Título: Mestre Gil de Ham
Autor: J.R.R. Tolkien
Editora Martins Fontes, 142p.

Um gigante se perde nas montanhas e acaba indo parar na pequena cidade de Ham. Um cachorro, mas especificamente o cachorro do fazendeiro Gil encontra o gigante e foge, acordando o dono e avisando que se ele não for matar o gigante, vai sofrer sérios prejuízos. Mestre Gil fica sem alternativa e vai espantar o gigante com seu bacamarte. Aclamado pelo seu povoado como herói, Mestre Gil se enche de orgulho. Notícias suas logo chegam a corte, e o rei o presenteia com uma espada. Um tempo depois, um dragão começa a se aproximar de Ham e todos acham que Mestre Gil deve ir combatê-lo, como o herói que é. Ao ver a espada, o dragão se amedronta e aceita pagar os prejuízos causados com seu tesouro. Mas o pagamento nunca aparece, então o fazendeiro se junta aos cavaleiros do rei para matar o dragão. Novamente, ao ver a espada de Gil, o dragão fica com medo, entrega seu tesouro e segue o fazendeiro como animal de estimação. Ao ouvir as notícias do retorno de Gil, o rei vai atrás dele exigindo o tesouro do dragão, mas tem uma bela surpresa.

Uma história muito divertida. Ambas as versões. Eu gostei mais da versão de como Tolkien contou para seus filhos (a segunda), porque a primeira é muita cheia de notas explicativas, o que é algo comum para o autor. O livro ainda apresenta uma introdução sobre as versões dessa história, falando sobre as mudanças sofridas e adições e cortes. Gostei porque, como já disse, o livro apresenta a versão original e a corrigida para publicação. Uma história simples para mera apreciação em um livro muito indicado para os fãs de Tolkien.