23 de set de 2010

Desafio Literário - Setembro: A Casa das Sete Mulheres (Leticia Wierzchowski)


Tema: Romance Histórico

Mês: Setembro

Título: A Casa das Sete Mulheres

Autor(a): Leticia Wierzchowski

Editora: Record

Nº de páginas: 516

O livro é sobre...
a Guerra dos Farrapos - (1835-1845) e suas conseqüências maléficas sobre o destino de homens e mulheres. O líder do movimento, Bento Gonçalves da Silva, isolou as mulheres de sua família em uma estância afastada das áreas em conflito com o propósito de protegê-las. A guerra começou a se prolongar. E a vida daquelas sete mulheres confinadas na solidão do pampa começou a se transformar...

Eu escolhi este livro porque...
Não tinha mais nenhuma opção viável de romance histórico. Na verdade, eu tinha uma trilogia sobre Cleópatra, um romance histórico, mas acabei vendendo para um sebo porque tinha meio que enjoado... Mas foi bom porque eu finalmente vim ler este, eu amo essa história.

A leitura foi...
Legal porque gosto de história. E um romance histórico traz mais luz a acontecimentos que a gente às vezes não entende.
É um livro ótimo porque une dois assuntos que eu adoro: história e literatura. O romance da vida de Manuella, sobrinha de Bento Gonçalves, é tocante. Eu não consigo mais dissociar a personagem da atriz que fez a série homônima.E o Thiago Lacerda de Giuseppe Garibaldi..... Meu Deus, esse homem tem descendência italiana, não é possível como ele cai bem na pele de italiano!!! O romance dos dois começa tão puro. O pior é que eu já sabia, desde as minhas aulas de história, que ele casa com Anita, mas eu queria que ele ficasse com a Manuella. Enfim. O legal do livro é que os “capítulos” são divididos em Cadernos da Manuella. Apesar disso, não consegui identificar quem é o narrador, algumas vezes parece que é o narrador observador. Mas uma frase: Meu Garibaldi era um homem forte...” me fez pensar diferente. E no fim descobre-se que narra. A linguagem, a descrição dos acontecimentos, tudo isso faz o livro ser interessante. O fim do livro é como o fim da série, a Manuella falando sobre os acontecimentos seguintes a revolução e ao que aconteceu com sua família. E a frase final sobre a eterna “noiva de Garibaldi”... O livro é lindo. Se você gostou da série e tem na cabeça ainda todas aquelas cenas lindas com Marcus Vianna ao fundo, vai amar o livro.

A nota que eu dou para o livro:
5 (Ótimo)

4 comentários:

  1. É interessante como lemos um livro que foi adaptado para o cinema ou tv, ficamos com as imagnes dos personagens já fechadas na nossa cabeça. Impossível não pensar nos personagens a partir dos atores que os representaram. Não vi a minissérie completa, vai ver que assim consiguirei me desligar dos globais (rs). bjo

    ResponderExcluir
  2. È por isso que resisto a ler o livro até hoje...vontade eu tenho, mas como a minissérie marcou muito, tenho aquele medo de me decepcionar. Excelente resenha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu amo esse livro, quero ler de novo algum dia.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Drika, é interessante mesmo, não é??? Geralmente eu não gosto de ler o livro depois de ver a adaptação, mas quanto a essa série não me arrependi. O Thiago Lacerda como Garibaldi não vai sair nunca da minha cabeça, esse visualiazação até melhorou a leitura.
    Vivi, vc não vai se arrepender de ler esse livro.
    Cintia, eu agora tbm adoro esse livro.

    ResponderExcluir