25 de abr de 2012

Tolkien (Michael White)


Título: Tolkien: uma biografia
Autor: Michael White
Editora Imago, 306 p.

John Ronald Reuel Tolkien, ou simplesmente J.R.R. Tolkien, nasceu em 03 de janeiro de 1892, na cidade de Bloenfonteim (África do Sul), filho primogênito de Arthur Tolkien e Mabel Suffield. Orfão de pai muito cedo, ele e sua família mudam-se para Birmingham. Em 1899, Tolkien fizera a prova de admissão para a King Edward’s, uma prestigiosa escola inglesa, para a qual foi aceito na segunda tentativa. Sua situação de vida era um pouco melhor que precária, e sua mãe não obteve ajuda alguma dos parentes após se converter ao catolicismo. A família vive um momento de estabilidade no início dos anos 1900. A família passa a ter contato com o padre Francis Xavier Morgan, que logo se torna amigo íntimo. Mabel havia matriculado John e Hilary, seu filho caçula, na St. Philip’s, mas viu que a escola não oferecia as condições que ela queria para os filhos, então retira-os da escola e volta a ensiná-los em casa. Em 1903, Tolkien é aceito de volta na King Edward’s através de bolsa de estudos. Nessa época ele desenvolve seu interesse por línguas, estudando os idiomas do currículo padrão (francês e alemão), grego e inglês medieval. Durante esse tempo, Mabel é diagnosticada com diabetes. Novas privações esperam pela pequena família. A morte da mãe afetou John profundamente, que culpou a família pela doença desencadeada devido à reação negativa a adesão de Mabel ao catolicismo. Foi orientado por essa crença que muitas vezes conduziu sua vida e carreira. 
O menino cresce e seu interesse por línguas antigas aumenta. Mas a paixão pela jovem Edith Bratt, na opinião de seu mentor, o padre Morgan, só iria distraí-lo. Após um pacto selado em que ambos prometiam esperar para se casar, Tolkien mergulha fundo nos estudos e se distingue. Ele e Judith casam, mas logo são separados pela guerra. Foi durante seu treinamento para a guerra que surgem as primeiras sementes d’O Silmarillion. No entanto, seu primeiro livro, O Hobbit, só seria publicado anos depois. Foi durante esse período de trabalho e criação que surgiram algumas de suas obras mais notáveis: Tom Bombadil e Roverandom
Após a publicação e sucesso do livro O Hobbit, seu editor quer mais algum trabalho relacionado a essas criaturas fascinantes (os hobbits). O que leva Tolkien a criar sua obra prima, a trilogia O Senhor dos Anéis. Publicados na década de 50, fizeram sucesso estrondoso e deram a seu autor segurança financeira. Infelizmente, Tolkien não viveu para ver O Silmarillion publicado, mas seu filho Christopher se incumbiu dessa tarefa. 

O livro de White disseca a vida de Tolkien nos mais profundos detalhes. Traçando uma cronologia desde seu nascimento, o autor aborda os momentos mais significativos da vida do autor: quando Tolkien e Edith se apaixonaram, a criação de sua primeira obra, as publicações dos seus maiores sucessos literários, a (muito abordada) amizade com C.S. Lewis, tudo em uma linguagem acessível ao leitor. Uma biografia interessante, feita por um fã para vários fãs de Tolkien.

Nenhum comentário:

Postar um comentário